Na noite de 18 de abril de 1775,  Paul Revere deixou sua casa no número 19 da North Square em Boston, e cavalgou até Lexington para avisar  Samuel Adams e John Hancock que as tropas britânicas estavam a caminho para prendê-los.  Esse episódio faz parte da História de  luta pela Independência Americana e é um símbolo da bravura e perseverânça dos Patriotas.  Assim são conhecido os americanos de Boston e arredores que eram contra a corôa britânica.

Paul Revere era dono de uma fundição e podemos dizer que  tinha uma vida bastante razoável para a época, mas não luxuosa.  Na casa que se mantém intacta desde os tempos do feito heróico, podemos ver de perto o cotidiano da então colônia britânica do século XVIII.  E é isso o que eu acho mais interessante na Casa de Paul Revere.

Logo na entrada vemos as caçarolas penduradas dentro da lareira que tinha a função de cozinhar e aquecer o ambiente.  Interessante notar que um ambiente se comunica com o outro sem que seja por corredor assim sendo, da cozinha passa-se a sala.

2800892269_f9652cb214

Na parte de cima  estão os dois quartos com objetos e mobiliários dos Revere.

the-paul-revere-house-2

Quarto principal

the-paul-revere-house-1

Quarto de visitas

O passeio pela casa termina num jardim interno bem cuidado e onde podemos ver um sino fundido por Paul Revere & Sons.

Lembre-se de que essa casa fica no North End, lugar que se encheu de italianos, irlandeses e judeus no século XIX que alí deixaram sua marca culinária.