Férias pelo Mundo

Turismo, diversão, comportamento! Também um pouco de cinema e história

Categoria: Comer bem é fundamental (Página 2 de 4)

Chocolate Chips Cookie

Chocolate-Chip Cookies

Sem dúvida uma das delícias (existem muitas) dos Estados Unidos são algumas comidas típicas. Entre elas, os famosos cookies. Sou uma amante e confesso que saio experimentando sempre que encontro para ver se algum supera o de Boston.  E a resposta é:

Não! Não existe cookie melhor que o de Boston.

Não me perguntem por que…

Ler mais

o Farmer’s Market, em Los Angeles

Farmer’s Market & The Grove

Esse é um dos meus programas favoritos em Los Angeles:  ir até a esquina da 3ª com a Fairfax, onde está o Farmer’s Market, comer e depois ir para o The Grove fazer compras.  Esse também tem sido o programa favorito de muita gente que passa pela cidade dos anjos, desde 1934.

Ler mais

Under the Tuscan Sun

Sob o Sol de Cortona

Um dos filmes que eu mais gosto é Sob o Sol da Toscana, ou Under the Tuscan Sun, de Audrey Wells. Quanta gente que passou por um divórcio já pensou em se refugiar na Villa Bramasole? E quem nunca se divorciou também. Que sonho poder dar uma guinada na vida, e num lugar maravilhoso. Pois o lugar maravilhoso tem nome: Cortona.  Essa é a cidade na região de Arezzo na Itália onde foram feitas as filmagens.

Cortona, na região de Arezzo na Itália

Para entender todas as nuances da arquitetura da cidade, é preciso saber um pouco da sua história.  Cortona é uma cidade de origem etrusca, situada nas colinas da Toscana e a 100Km de Florença. Mais tarde passou para o domínio romano e depois pelos godos. Durante o século 14, a família Casalli teve grande domínio na cidade tanto nas leis como no comércio. Em 1409 a cidade foi conquistada por Ladislao, Rei de Nápoles. Isso mudou o rumo da cidade porque ele a cedeu para Florença. Por causa disso, toda a cultura Renascentista que a Casa dos Médici promoveram teve enorme influência também em Cortona. Os arquitetos Jannelle e Laparelli, o astrônomo Moretti, e os pintores Luca Signorelli e Pietro di Cortona nasceram aqui.

Nuances na arquitetura de Cortona

A melhor maneira de conhecer Cortona é fazer como a Frances do filme: sair caminhando e se deixar levar pelo encanto que esse lugar desperta. Mas vou pontuar alguns lugares de interesse:

Piazza della Republica

Comece por aqui e volte para cá sempre que quiser um café ou um gellatto.

Piazza della Republica

Piazza della Republica

Piazza della Republica

Basílica de Santa Marguerita

Construída no mesmo lugar onde a própria Santa Marguerita di Cordona, a padroeira da cidade, havia construído um oratório dedicado a São Basílio. Os restos mortais da Santa estão lá. É preciso fazer um pequeno exercício para se chegar mas vale a pena!

Eremo Franciscano Le Celle

Antigo convento que abrigou São Francisco de Assis. Pode-se visitar sua cela. Fica a uns 3 Km de Cortona e só posso dizer que é um lugar de Paz e Bem.

Museu del’Accademia Etrusca

Fica no Palazzo Casalli, tem um acervo bem interessante do período pré-romano. Também com objetos romanos e medievais.

Museu del’Accademia Etrusca

Museu del’Accademia Etrusca

Acervo do período pré-romano

Acervo do período pré-romano

Museu Diocesano

Este é imperdível! Se tiver que escolher apenas um lugar para ir, vá nesse. Fica na Praça do Duomo e guarda tesouros como a Anunciação di Cortona de Fra Angelico, Comunhão dos Apóstolos de Luca Signorelli e o Crucifixo de Cortona de Pietro Lorenzetti *.

Anunciação di Cortona de Fra Angelico

Anunciação di Cortona de Fra Angelico

Comunhão dos Apóstolos de Luca Signorelli

Comunhão dos Apóstolos de Luca Signorelli

Crucifixo de Cortona de Pietro Lorenzetti

Crucifixo de Cortona de Pietro Lorenzetti

Duomo

A Catedral dedicada à Virgem Maria foi construída onde ficava um templo romano.  É linda e vale a pena.

O Duomo

O Duomo

Bramasole

Deixei esse por último para voltarmos ao assunto do post. Lembram da casa que ela comprou, reformou e lá ficou? Lá está a casa… bem arrumada e sem nenhum vestígio de escorpião.

A casa que Frances comprou na Villa Bramasole

A casa que Frances comprou na Villa Bramasole

Bramasole

Bramasole

Eu acho bem desnecessário num lugar como esse recomendar onde comer porque honestamente, tudo é bom. Entre em qualquer lugar que estiver passando na hora em que a fome falar mais alto e ficará feliz. Mas vou dar 2 lugares que foram “estupendos”:

Para se hospedar eu indico:

Para matar as saudades de Sob o Sol da Toscana clic no trailer abaixo e divirta-se.

*Coloquei propositadamente em negrito essa parte porque para mim, foi o melhor.

Nobu Malibu

Quem assistia SOS Malibu e Baywatch, desembarca em Los Angeles e fica contando os minutos para chegar o momento de conhecer Malibu.  No meu caso, isso é totalmente verdadeiro.  Lembram das praia com areia branquíssima?……

Malibu é uma cidade de praia bem peculiar:  de um lado da Pacific Coast Highway ficam as casas colina acima, de outro ficam as casas que só se pode ver os fundos, já que a frente dá para a praia.

O ponto alto para mim em Malibu foi o Nobu que fica no 22706 da Pacific Coast Highway e se debruça sobre a praia.

img_6258

Esse restaurante faz parte da cadeia capitaneada pelo Chef Nobuyuki “Nobu” Matsuhisa e como tal, mistura comida japonesa, peruana e outras “viagens”do chef.  A comida é deliciosa e os garçons sabem indicar os melhores pratos, segundo o gosto de cada um.

img_6249

Os pratos são os clássicos do Nobu mas também alguns adaptados ao estilo local.  Eu pedi o New Style Sashimi, Black Cod Misso e o Shrimp Tempura.  E estava tudo uma delícia, por isso minha conclusão é: peça qualquer coisa que deve ser bom.

O ambiente é sofisticado mas combina perfeitamente com o cenário de praia, então é tudo bem clean.  Preste atenção aonde a hostess vai te colocar porque aqui, como em muitos restaurantes de LA, vale a máxima da melhor mesa para o mais famoso.  E olhe para os lados porque provavelmente você vai ver alguém famoso.  Eu fui colocada bem no centro do salão.  Não sou famosa mas vai ver me confundiram com alguém.


E na mesa ao lado, adivinhem quem estava almoçando?  Sim, ela:  Pamela Anderson.  Só pude tirar essa foto meio de costas porque os seguranças estão de olho nos papparazzi de plantão e tiram do restaurante. Tudo para garantir a privacidade dos famosos.  Agora, vamos combinar….quem quer privacidade não vai ao Nobu Malibu.

Aconselho sempre fazer reserva: Nobu Malibu

3 sabores em Miami – restaurantes

Para quem gosta de comer bem e experimentar sabores diferentes, Miami é o lugar.    Eu acho isso um dos pontos altos de Miami e vou colocar aqui 3 excelentes restaurantes:  um peruano, um caribenho e um oriental.  Quem puder ir, não perca.

Coya


Esse restaurante de comida peruana já existia em Londres e Dubai e em março de 2015 abriu em Miami.  A decoração é super bacana, parece um Palácio Inca com sofás de veludo vermelho.  Várias obras de arte latino-americanas, destaque para a porta de madeira entalhada.  O menu contém uma variedade de ceviches, tiraditos, espetinhos de verduras e peixes.  O pisco sour é maravilhoso, impossível tomar um só.  Para completar o ambiente sofisticado, música ao vivo.  Vale a pena acessar o site e ver os shows e exposições que acontecem na casa.  Para quem é membro, o Coya possui uma sala reservada, quase secreta.www.coyarestaurant.com/miami  -999 Brickell Avenue, Miami, Florida 33131


Email.infomiami@coyarestaurant.com
Tel. +1-(305)-415-9990

 

Seagrape

Comida caribenha nesse restaurante que fica dentro do Hotel Thompson Miami Beach.  O ambiente é elegante e minimalista.  Seagrape é o nome da planta local que tem na orla de Miami e também no Caribe e a comida do restaurante traduz isso.  A chef Michelle Berstein criou uma mistura de sabores cujo resultado é interessante e delicioso.  Destaque para a paella crocante e para os coquetéis.Até 31 de agosto de 2016 o restaurante oferece um menu especial de 3 pratos no almoço e outro no jantar.

Chef Michelle Bernstein



www.seagrapemiamibeach.com – 4041 Collins Avenue, Miami Beach, Florida

Email: concierge@theconfidantehotel.com

Byblos

Nós no Brasil chamamos de comida árabe, mas o restaurante é classificado nos guias internacionais como Middle Eastern, o que dá na mesma.  A verdade sobre esse restaurante é uma só: tudo lá é bom.img_5360img_5359

Podem pedir entrada, prato e principalmente, sobremesa.  Vou dar destaque para o Black Cod, feito na folha de parreira, para o carneiro e para o arroz Sweet Jewelled feito com cenoura, açafrão, frutas vermelhas e amêndoas.Eu não sei dizer o que é melhor, tem que voltar muitas vezes.  O restaurante fica no Hotel Royal Palm South Beach no distrito art Déco.


www.byblosmiami.com

1545 Collins Ave Miami Beach, Florida
Tel. 305.508.5041

 

 

Página 2 de 4

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén