Férias pelo Mundo

Turismo, diversão, comportamento! Também um pouco de cinema e história

Como escolho meu destino

Acho muito chic essa história de “money is not an issue”mas comigo não funciona. Por isso, eu tenho algumas maneiras de começar meu planejamento de viagem e todas elas passam necessariamente pelo quesito “preço”.

Se for viagem com filhos tenho restrição de datas: tem que ser julho ou entre dezembro a começo de fevereiro.  São as datas mais caras e mais cheias.  Mas não tem jeito de mudar isso, então uma boa maneira é pensar muito tempo antes as possibilidades e fazer uma pesquisa de qual lugar está mais acessível.  Essa é a única maneira de conseguir baixar o custo.  Nunca deixe para planejar em junho a viagem de julho.  Vai pagar pelo menos 3 vezes mais.

Uma coisa que eu acho bem importante é vocês notarem que alguns países fazem campanhas de promoção de destino.  Por exemplo: tivemos a época da Turquia, Dubai, Peru, Africa do Sul.  Quando isso acontece, os hotéis ficam mais baratos porque ganham incentivo do governo local.

Muitas vezes uma companhia aérea abre uma nova rota e por isso lança preços promocionais no mercado.  A Copa Airlines fez isso em 2013, abrindo a rota Panamá City – Boston.  O preço caiu pela metade com relação a outras companias.

Eu particularmente não escolho o destino por frio ou calor.  Amo viajar e me sinto tão à vontade numa praia do Caribe quanto numa estação de ski.  Mas para quem prefere uma temperatura ou outra, a escolha da data é importante, óbvio.

Se for sem filhos, escolho sempre primavera ou outono.  O clima está bem mais ameno, os hotéis não estão completos e os restaurantes não estão abarrotados.  O valor é bem mais baixo tanto de passagem quanto de hotel.  Ou seja, abril, maio, setembro e outubro são meus meses favoritos para viajar.

A antecedência é importante mas muitas vezes eu viajei sem planejar, no susto mesmo:  encontrei uma promoção relâmpago imperdível e aproveitei mas falo disso em outro post porque esse aqui é sobre planejamento.

Lembrando que “money”é muito importante, eu faço um orçamento antes de quanto vou gastar em passagem, hotel e compras.  Sim, orçamento de compras.  Nada mais chato do que surfar com o tamanho da conta do cartão de crédito depois.  Então eu já deixo reservado o valor só para isso.  Já desisti de viajar para um lugar que estava com promoção de passagem porque era um lugar que eu sei que ia gastar muito.

Enfim, escrevendo isso lembrei que já estamos em fevereiro e é hora de eu começar a me mexer para julho.  Beijos e até a próxima!

Anteriores

Por que escrever sobre viagem

Próximo

Beisebol no Fenway Park

2 Comentários

  1. Tenho priorizado as viagens de primavera e outono para evitar os custos da alta temporada e os lugares muito cheios também. Geralmente marco as datas das minhas férias e depois fico de olho nas promoções de passagens, reservo hotéis pelo booking (que podem ser cancelados sem custo) e vou me planejando assim!

Tudo isto neste post é muito legal, o que você acha?

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén