Ainda sobre os cenários de The Crown, a série do Netflix, uma pergunta que não quer calar é: as filmagens foram mesmo feitas onde dizem que foram feitas? E a resposta é: Não!

A fachada do Palácio de Buckingham e de 10, Downing Street foram reproduzidas no estúdio em Londres. Mas a maioria das locações são reais, apesar de não serem exatamente o lugar que o seriado diz que são. Vejam algumas locações que substituíram os lugares originais:

Ely Cathedral

o capítulo onde Elizabeth caminha rumo ao altar para o casamento com Philip

Para alcançar esta cena ficar o mais próximo da realidade, a produção fez uma réplica do vestido que ela usava na vida real, que foi desenvolvido por Norman Hartnell, que levou seis meses para ficar pronto e tinha que ser pago com cupons de racionamento (devido à crise) que a então princesa tinha guardadas. Ao contrário do original, a produção conseguiu recriar este vestido em apenas sete semanas e teve um custo aproximado de US $ 37.000.

Na vida real, Elisabeth e Phillip se casaram em Westminster Abbey e lá também foi a Coroação. As filmagens porém, aconteceram na Catedral de Ely, uma cidade a 30 minutos de Cambridge. Sua primeira construção data do século VII e originalmente era uma abadia. Transformada através dos séculos, a nave principal com suas ogivas góticas, o octógono e a Lady’s Chapel são alguns dos elementos que compões essa verdadeira joia da arquitetura medieval

O octógono da Catedral de Ely

Greenwich Naval College

filmagens nas locações do Royal Naval College

O Old Royal Naval College em Greenwich foi usado como sendo pátio interno do Palácio de Buckingham. Todas as idas de Churchill para visitar a Rainha, assim como o Príncipe Phillip brincando com os filhos e os corgies, enquanto ela olha pela janela foram filmados lá. O Royal Naval College está localizado onde antigamente se encontrava o Greenwich Palace, onde nasceram as Rainhas Elisabeth I e Mary I.  Após ser demolido, o antigo palácio deu lugar ao Royal Hospital for Seamen at Greenwich.  Foi somente em 1873 que a construção começou a abrigar a Real Academia Naval.

Lancaster House

Se o Naval College fez as vezes do pátio do Palácio de Buckingham, Lancaster House foi palco de muitas cenas internas. A construção que fica a poucas quadras do Palácio de Buckingham, data de 1825 e pertenceu originalmente a Frederick, Duque de York e Albany, segundo filho do Rei George III, portanto, era chamada de York House. Com a morte do Duque, a Mansão mudou de donos e 1913, Lord Leverhulme, que era da Casa de Lancaster a comprou, por isso o nome atual.

Você acompanhou a série e está esperando desesperadamente pela segunda temporada? Deixe seu comentário aqui!